Tacchini recebe doação de equipamento de suporte respiratório da Tramontina

O Hospital Tacchini recebeu na última semana a doação de um Ventra. O equipamento de suporte respiratório transitório da Tramontina vem sendo desenvolvido na fábrica matriz da empresa, em Carlos Barbosa, desde o início da pandemia. Ao todo, o primeiro lote de produção conta com 40 equipamentos em dezembro, que serão enviados para hospitais de mais de 20 municípios do Rio Grande do Sul.

O conceito do equipamento é baseado em estudo do Massachusetts Institute of Technology (MIT), que envolve um sistema mecânico automatizado relativamente simples e barato, utilizado para ventilar pacientes em situações de emergência. Esse sistema substitui o reanimador manual chamado de Ambu, atualmente utilizado nas emergências dos hospitais, com vantagens ligadas à simplicidade, baixo custo, fácil assepsia e disponibilidade no mercado.

André Luiz de Azevedo, gestor de manutenção e infraestrutura; Carlos Augusto Mattoso, engenheiro clínico; dra. Roberta Pozza, diretora de divisão hospitalar do Tacchini Sistema de Saúde; Eduardo Bocchese, técnico de produção da Tramontina; André Cousandier Galant, gerente de engenharia da Tramontina; Hilton Mancio, superintendente do Tacchini Sistema de Saúde

“Nossa intenção foi desenvolver um produto robusto e com tecnologia avançada, fazendo uso de eletrônica e mecânica de alta confiabilidade e precisão, não apenas algo improvisado para o momento de dificuldade, mas que apresentasse diferenciais importantes para sua categoria e finalidade”, avalia Osvaldo Steffani, Diretor da Tramontina à frente do trabalho.

A iniciativa também contou com o apoio de profissionais e estrutura do Tacchini Sistema de Saúde, onde aconteceram os primeiros testes do protótipo. “Para nós, que temos uma admiração enorme pelo ciclo de inovação de uma forma geral, foi muito interessante e desafiador participar dessa criação”, descreve a diretora de divisão hospitalar do Tacchini Sistema de Saúde, dra. Roberta Pozza.

Equipamentos como o Ventra foram regulamentados através de uma resolução específica da Anvisa, em maio, para serem utilizados em situações de emergência. O sistema mecânico e eletrônico foi projetado para ser robusto, preciso e confiável, a partir de tecnologia avançada e componentes de alto padrão de qualidade e confiabilidade.

“O equipamento tem uma questão maior do que ele mesmo. A Tramontina se pôs à prova para buscar um ciclo de aprendizagem complexo, tanto na produção quanto no processo de validação de equipamento desse tipo. Isso só reforça essa percepção que temos da Tramontina de uma instituição que está sempre buscando o melhor e fazendo a diferença. É algo enraizado na cultura da empresa”, conclui o superintendente do Tacchini Sistema de Saúde, Hilton Mancio.

#QUALIDADE #PRÊMIOS

post sobre o
prêmio 01

LER MAIS

#QUALIDADE #PRÊMIOS

post sobre o
prêmio 01

LER MAIS

#QUALIDADE #PRÊMIOS

post sobre o
prêmio 01

LER MAIS
DESENVOLVIDO POR ATRIA DESIGN STUDIO